« Home | Máquinas que falam – Por Carla Rodrigues » | Saudades do amor - por Pablo Capistrano » | Hein!? » | Pai, por que não sê-lo? » | Vantagens Literárias - por Dora Vilela » | Babel » | Palimpnóia » | Ficção e Desatino » | Hein?! » | Arte Incomum »

Um Enigmático Sorriso


A Monalisa e seu enigmático sorriso foram inspirados em um modelo vivo, Lisa Gherardini, esposa de um rico mercador florentino, Francesco Del Giocondo, dezenove anos mais velho. Francesco encomendou um retrato da mulher para pendurá-lo na sala de jantar. Lisa começou a posar em 1503. Leonardo da Vinci (1452-1519) levou quarto anos fazendo o trabalho e jamais chegou a concluí-lo como desejava. É que Francesco ficou impaciente com a demora, proibiu sua mulher de continuar posando e não pagou pela obra. O rei francês Francisco I comprou o quadro para decorar o seu banheiro. Alguns estudiosos dizem que Monalisa poderia ser Constanza d'Avalos, amante de Giuliano de Médici. Monalisa é provavelmente o retrato mais famoso na história da arte, senão, o quadro mais famoso de todo o mundo. Poucos outros trabalhos de arte são tão controversos, questionados, valiosos, elogiados, comemorados ou reproduzidos. Lillian Schwartz, cientista dos Laboratórios Bell, sugere que a Mona Lisa é na verdade um auto-retrato de Leonardo, porém, vestido de mulher. Esta teoria baseia-se no estudo da análise digital das características faciais do rosto de Leonardo e os traços do modelo. Monalisa não tinha sobrancelhas já que a moda da época (Renascença) era raspá-las. Um algoritmo de computador desenvolvido na Holanda pela Universidade de Amsterdã, em colaboração com a Universidade de Illinois nos Estados Unidos, descreveu o sorriso de Mona Lisa como uma mulher: 83% feliz, 9% enjoada, 6% atemorizada e 2% incomodada. Mas, a harmonia total conseguida no quadro, visível especialmente no sorriso, reflete a unidade entre Natureza e Humanidade que era parte importante da filosofia pessoal de Leonardo.

Rivamar Guedes

Belo texto, esclarecedor e extremamente didático. Parabéns.

Tróia

Monalisa continuará o enigma jamais desvendado; Obra de um gênio.

Monalisa está no imaginário dos aficcionados e leigos da pintura.

Tróia

Presença obrigatória dos sábados no Miolo com sua maravilhosa arte incomum. Uma agradável forma de fazer a arte chegar em nossas casas. Um grande beijo.

Quanto ao post, sou uma investigadora dos segredos de Monalisa. Existem inúmeras publicações interessantes sobre o assunto. Isso significa que a obra de Da Vinci atravessa os tempos.

Helena

Estamos correndo, montando o espaço que finalmente conseguimos para montar o laboratório do Lata Mágica - para os cursos de fotografia artesanal, mesmo assim não poderíamos deixar de passar por aqui. Linda Monalisa, e que ela nos ajude!!:))Beijos.

William&Odilene

Monalisa é e sempre será a musa dos segredos contidos. Que olhar!!

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Correção:

(Histórias e histórias e Monalisa cada vez mais popular...Fico feliz que tenham gostado)

Leia-se "Leonardo da Vinci (1452-1519) levou quatro anos fazendo o trabalho e jamais chegou a concluí-lo como desejava", e não "quarto".Obrigada

Helena

Nada entendo de pintura e para mim uma monalisa vale pelo que representa, não interessa as teorias. Bom domingo!

O retrato teria sido feito em segredo. Um detalhe que empresta mais mistério a tudo isso é a semelhança entre Monalisa e Nossa Senhora, retratada em um quadro feito alguns anos depois. Será que isso representava apenas um padrão de beleza de Da Vinci e a Gioconda nunca tenha existido de fato?

O retrato teria sido feito em segredo. Um detalhe que empresta mais mistério a tudo isso é a semelhança entre Monalisa e Nossa Senhora, retratada em um quadro feito alguns anos depois. Será que isso representava apenas um padrão de beleza de Da Vinci e a Gioconda nunca tenha existido de fato?

Linda!!! Eu não sabia nada sobre a obra prima. Obrigada.

Quatro anos para pintar um quadro? Isso está parecendo um namoro entre o pintor e sua modelo:)

Olá Helena: A arte esconde muitos mistérios... Obrigada pela visita. :-) bjs

A obra de Da Vinci, Monalisa, hoje é patrimônio da humanidade.

Tróia, acho que a estatística não corresponde. Monalisa como uma mulher: 2% feliz
9% enjoada
6% atemorizada e
83% incomodada.

:)))

Helena
Tenho um sonho de consumo. Ir ao Louvre e ver de perto o quadro de Monalisa. E agora mais ainda!!Beijos

Pouco entendo de pintura. Mas o quadro de Monalisa impressiona até os leigos. Parece uma pintura comum mas só que o sorriso e os olhos parecem querer dizer alguma coisa.

Helena de Tróia,nunca imaginei que um computador pudesse medir o humor de pessoas imagina de uma tela, pintura. Um bom final de semana.

Sempre achei a Monalisa linda, forte, enigmática e também com uma cara de quem não estava satisfeita. Agora entendi porque. :)

Eii,tia

Adorei! A gente sempre aprende lendo o que escreves. Jinhos,:0)

Que mistérios escondem Monalisa? Criada há mais de quinhentos anos e ainda hoje nos emociona??

Querida, a Mona está linda. Olhe, depois passo aqui com mais calma pra comentar. Beijos.

Em um congresso de Percepção Visual, disseram que o enigmático sorriso da Monalisa, de Leonardo da Vinci, é "uma ilusão que aparece e desaparece devido à maneira peculiar como o olho humano processa as imagens", de acordo com uma pesquisa sobre os mecanismos da visão da neurobióloga Margaret Livingstone.

excelente artigo...
hoje não sei o que é real ou ficção relativamente ao quadro ed Da vinci...

molts petons/muitos beijos

Helena

Não conseguiram chegar a uma conclusão até agora sobre Monalisa. O sorriso mais enigmático da história ganha mais uma interpretação, pra se somar às centenas (milhares?) já existentes. Que Da Vinci queria pintar uma figura andrógena.Só tenho certeza de uma coisa: Leonardo da Vinci era mesmo um Gênio.

Legal, Tróia. Mais uma que eu não sabia. Vá lá no blog. beijão.

Dos visitantes 80% vão ao Louvre para ver a "Monalisa" e as esculturas "Vênus de Milo". A "Monalisa" é visitada a cada ano por aproximadamente seis milhões de pessoas, número que não para de aumentar em parte graças às romarias suscitadas pelo livro “O Código da Vinci” de Dan Brown.

Olá Helena,

Além do sorriso, o interessante na obra, e que o detalhe ora apresentado não permite observar, é sobre a quebra da linha do horizonte. Os lados esquerdo e direito não se harmonizam, mas como a Mona Lisa está no meio, não percebemos o desencontro. Esta resolução cria dinamismo à obra.

Há mais uma informação para confundir-nos: a sombrancelha teria sido retirada, por descuido, em uma restauração. Confere?

Abraços.

Oi,HELENA

Confesso que aprendi muitas coisas aqui que desconhecia totalmente.
Parabens pelo post.
E obrigado pela visita.
Otimo domingo.
Beijos!

Vejamos Helena que Monalisa foi para o museu do Louvre em 1793 e lá dormiu até 1911, data do célebre roubo que a levou até a Itália, advindo daí a fama de Gioconda que levou milhares de pessoas a buscar conhecer a pintura . Olhos grandes, a direção do museu, que conhece a curiosidade humana, houve por bem conseguir ao longo do século passado toda sorte de conjecturas com renomados técnicos, fora os de “moto próprio”, que trazem aporte de mistérios em decifrações. Tanto que o museu do Louvre em Paris destina sala especial com 200 mts - estimada em 3.5 milhões de dólares - para abrigar só a Mona Lisa. A idéia é facilitar a vida dos cerca de 5 milhões (em francos)de visitantes por ano do museu - que não conseguem se aproximar do quadro por causa do excesso de gente.Beijos

Postar um comentário